Viver em comunidade


Álex de la Iglesia - Espanha, 2000 - A Comunidade.
Título Original: La Comunidad / Common Wealth

Sofri, para capturar a cena. Não reclama! Verdade é que faltou um pouco de sangue, se bem que as unhas vermelhas já chocam por elas. Todos os méritos para Carmen Maura. O filme é hilário, humor negro do melhor, com a “estabanação” natural dos espanhóis.

___________________________________________________


A sensação de asco, da seqüência em movimento é semelhante à algumas que passei na semana. Não consigo ficar calada.
O que mais gosto da web é a “pseudo-liberdade” que ela permite. Apesar de acreditar piamente que exista um plano macabro para dominar o mundo - o Google é muito bom para ser verdade. De qualquer forma aproveito meu cyber espaço e vivo o há para viver aqui, peneirando o que salva - sempre. Mais cruel do que imaginar que sou vigiada, é presenciar comportamento de censura dos internautas. É decepcionante, ver que ainda reina toda uma casta retrógrada na mais contemporânea das sociedades. É lamentável, que mesmo escondidos por nicknames, os seres humanos ainda se portem como hipócritas. Vale dizer que da boca pra fora, ou na tela mundo afora o superego vença sempre. “Seja você! Mesmo que seja estranho.” Nem sei se vou viver para ver a liberdade, mas sonho com ela.
Comentei há dias o contraste imoral entre o pomposo PAN e o caos no nosso espaço aéreo (não sei até quando iremos tapar o sol com peneiras), sabemos bem que o único investimento em transporte aéreo feio por Lula, foi no seu lulamóvel. Ponto.

Enquanto vidas dignas e inocentes eram queimadas pela incompetência política, uma vida um tanto menos ( mas que durou mais que o necessário) decolava também. A bem da verdade a felicidade da semana foi enterrar o pajé baiano ACM, o Brasil não precisa / nunca precisou de gente como ele, dos seus conselhos imorais e tampouco de seus exemplos vergonhosos. Estou sendo insensível, mas para políticos como ele, toda indiferença é insuficiente. Tomara que logo o dito convide o vizinho Xavante Sarney para um chá nas profundezas causticantes de onde ambos não deveriam ter saído.

4 comentários:

pedropina disse...

viver em comunidade...

adorei!

há por aí muitas maos....amigas!

p.p.

Alien David Sousa disse...

Sentir,

Não podia estar mais de acordo contigo quando te referes à censura. É um bicho feio. Nojento mesmo. E que está bem vivo. Nós por cá temos neste momento vários exemplos de autores de Blogs que estão a ser processados.



"É lamentável, que mesmo escondidos por nicknames, os seres humanos ainda se portem como hipócritas"

Claro que é muito fácil escrever e ser-se muito "Homem/Mulher" por detrás de um nick. Mas essas mesmas pessoas quando são confrontadas com as mesmas questões na "vida real" metem a cabeça na areia. Ficam caladinhas. Sim é hipocrisia. E sabes que mais? Ignorar essas pessoas é o melhor remédio.

Não digo que seja fácil, porque muitas vezes nos dá a volta ao estômago, mas para mim é a melhor politica.


Quanto ao Lula, compreendo a tua indignação.
Se eu ando tão revoltada contra o meu Primeiro-ministro, tu tens MUITOS mais motivos para estares revoltada contra essa podridão toda.

Beijinhos
p.s escrevi este comentário, vestida ;)
p.s2 valeu o sofrimento para sacares as imagens :)Adorei

Sentir disse...

Pedro, ah! se hão... bjoks


Alien, tento não pensar em política, mas a cada dia a situação piora. Está na hora de uma intervenção extraterrena, decididamente nós não sabemos governar o planeta.
Ah! Esteja à vontade (com ou sem roupa), a casa é mais que sua ;)

Tom, um ser diferente... disse...

Olá Sentir!
Muito obrigado pela visita ao meu blog!

Gostei muito do seu também. Que mulher braba arretada, homi!?! Hehehe. Gosto de ver assim! A gente nao pode ficar calado. Mas acho que melhor do que apenas falarmos e gritarmos culpados, devemos sim fazer algo de verdade. A sociedade precisa se "levantar" e forçar medidas já!

Espero revê-la em breve!

Abraços,
TOm