O homem precisa andar.
Andar para descobrir o que há no horizonte de seus objetivos.
Para mudar o rumo, visitar a novidade,
escrever novas tramas em sua história,
desocupar espaços, habitar novos lugares.
Deve andar para movimentar as articulações
e oxigenar os músculos que o mantém de pé.
Soltar os passos sem receio de pisar em falso.
O homem deve andar para acompanhar o compasso do seu coração.
E caminhar a trilha de seus sonhos.



Hoje, com malas carregadas de lembranças, me despeço de onde estou.
 

2 comentários:

Camila Pereira M. disse...

reinventar caminhos. reencontrar a felicidade.

Thuan Carvalho disse...

cada Tum deve ser uma escolha.