o nosso futuro do pretérito agora é passado.

2 comentários:

Tiago F. Moralles disse...

Nada mais justo que um presente pra comemorar essa distante conjugação.

Marcelo Novaes disse...

Ok.



Se não deixar vestígio, aquele "pretenderia que" não atrapalha em nada.


Agora, "saudade do que poderia ter sido", que é exatamente a "nostalgia", acaba eternizando essa lacuna.



mas como vc espelha tudo muito bem ("se comentas, passa a existir
em mim também o que há em ti"...), é só deixar as imagens-pessoas-paisagens fluírem.



;)






Beijos,









Marcelo.